28/07/2016

Visão computacional contra o Aedes

Contagem dos ovos do mosquito por visão computacional

solucao-tecnologica-monitoramento-mosquito-aedes-dengue

 

Atualmente a contagem dos ovos é feita de forma manual com o uso de uma lupa entomológica, normalmente com ampliação de dez vezes. Esse processo leva em torno de 20 minutos por palheta.

A Communitor desenvolveu o algoritmo de visão computacional para automatizar de contagem dos ovos. Dessa maneira, o tempo foi reduzido para milésimos de segundo por palheta, dando agilidade e precisão ao processo, além de proporcionar economia de mão de obra.

 

Decisões com base em resultados

Uma vez terminada a contagem dos ovos presentes nas palhetas recolhidas das ovitrampas geolocalizadas, os dados são dispostos em uma tabela, a partir da qual são gerados os mapas de infestação. Estes mapas servem como ferramentas de suporte à decisão, principalmente se os dados das ovitrampas forem cruzados com outra fontes, tais como dados demográficos ou de pesquisa peridomiciliar. Por exemplo, caso seja verificado um número elevado de ovos em determinado conjunto de armadilhas (ovitrampas) em uma região na qual a pesquisa peridomiciliar identificou como criadouros mais comuns os chamados inservíveis (tais como latas, pneus e garrafas), pode ser organizado um mutirão de limpeza e os recursos humanos e materiais podem ser mobilizados de modo adequado em com foco geográfico mais preciso. Na Communitor o processo adotado é a contagem de ovos realizada por visão computacional.

Mapas de calor

mapa-calor-monitoramento-dengue

 

Os resultados obtidos por meio da contagem dos ovos por visão computacional geram mapas de calor que indicam os locais de maior ou menor infestação do mosquito Aedes aegypti, apontando para os responsáveis, sejam eles do setor privado ou público, onde devem ser tomadas medidas de prevenção com maior urgência.