28/07/2016

Projeto Communitor

Atual cenário do Aedes no Brasil

o-cenario-da-dengue-no-brasil

 

As doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti como a Dengue, Zika vírus e Chikungunya tem sido um dos maiores problema de saúde pública no Brasil nos últimos anos. No primeiro semestre de 2016 foram diagnosticados mais de 1 milhão e 300 mil casos prováveis de dengue, 166 mil de Zika Vírus e 38 mil de Chikungunya, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde.

O Aedes Aegypti é um mosquito urbano, já que as fêmeas, únicas transmissoras da doença, necessitam de sangue humano para fabricar seus ovos. O acúmulo de água parada somados ao clima tropical favorável são agravantes para o problema do mosquito no país. Com a descoberta da transmissão do Zika vírus e Chikungunya por meio do mesmo mosquito que já era preocupação nacional pela transmissão da dengue, o problema se torna mais grave e de responsabilidade não apenas do poder público, como também de cada cidadão e de instituições privadas.

 

Ações de combate aplicadas atualmente

metodos-atuais-de-combate-dengue

 

O Aedes já foi considerado impossível de ser erradicado no Brasil por muitos especialistas. Existem políticas públicas de combate à proliferação do mosquito como visita de agentes sanitários para eliminação de focos, dispersão de nuvem de inseticida e campanhas de conscientização da população. Porém, todos esses métodos tem se mostrado ineficientes no combate à proliferação do mosquito.

Apesar da preocupação com a saúde do trabalhador, as empresas não tem conhecimento de métodos de monitoramento e prevenção que sejam eficazes no combate do vetor transmissor da Dengue, Zika vírus e Chicungunya. As instituições privadas, em sua maioria, também desconhecem suas obrigações quanto ao combate do mosquito em suas instalações.

A população por sua vez, se mostra reativa e toma os devidos cuidados apenas em épocas críticas sobre reforço da conscientização feita pelo poder público, que também acontece de forma tardia, quando a população do mosquito já está em maior número devido às condições climáticas do período, favoráveis à sua proliferação.

 

O impacto do problema

 

absenteismo-funcinarios-falta-por-dengue

 

As doenças transmitidas pelos mosquito Aedes Aegypti geram grande impacto no orçamento da saúde pública. São gastos R$ 3.000,00 com cada paciente diagnosticado, sendo que a cada R$ 1,00 investido em prevenção, o setor público economiza R$ 6,00 com tratamento. Já no setor privado as empresas aumentam seus gastos com saúde do trabalhador em cerca de 200% e o índice de absenteísmo (falta justificada) pelo diagnóstico de Dengue, Zika vírus e Chikungunya gira em torno de 4% por mês, segundo pesquisa realizada pelo instituto Gesto de saúde e tecnologia.

 

A solução – Monitoramento do Aedes por ovitrampas e contagem de ovos por algoritmo de visão computacional

 

monitoramento-mosquito-aedes-dengue-georreferenciamento-de-ovitrampas

 

A estratégia de controle da prevalência das viroses transmitidas pelo Aedes possui como ponto central o controle dos vetores. A Communitor realiza o monitoramento do mosquito pelas armadilhas chamadas ovitrampas, onde a fêmea do Aedes deposita seus ovos em palhetas presentes internamente. Estas, são posicionadas com georreferenciamento para a identificação do local específico onde acontece maior nível de infestação, que é medido de acordo com a quantidade de ovos presentes nas palhetas. Quanto mais ovos, mais mosquitos.

 

communitor-monitoramento-mosquito-dengue-aedes

 

A Communitor desenvolveu a tecnologia responsável pela contagem dos ovos por algoritmo computacional que garante mais precisão e agilidade à essa tarefa em relação aos atuais meios de contagem, que são manuais. O monitoramento realizado de forma ágil e precisa proporciona informação em tempo real para que tanto o poder público quanto o privado possam elaborar ações direcionadas de modo inteligente e em tempo hábil para a prevenção. Dessa forma, o monitoramento do Aedes serve como método de suporte à decisão do emprego de recursos humanos e materiais para as ações definidas.